No concorrido mundo empresarial é preciso ser visionário. É preciso interpretar os sinais regionais para arriscar, investir e prosperar. Localizada na região central do bairro Gravatá, em Navegantes, a Ótica Bela Íris cresceu na mesma proporção daquela região. Administrada pelo casal Marcelo Voltolini e Renata Colombo Voltolini, a empresa hoje comemora uma década de fundação e orgulha-se da escolha empresarial acertada. “O bairro do Gravatá nos abraçou”, define Marcelo. Com marcas exclusivas e produtos modernos, a Ótica Bela Íris vai além da visão: oferecem joias, relógios, lembranças, consertos e, o principal, um atendimento de extrema empatia. “Atendemos da mesma forma que gostaríamos de ser atendidos”. Para celebrar essa década, a Ótica Bela Íris oferece ainda condições especiais de pagamento.

A ótica Bela Íris está completando 10 anos de mercado. Como você avalia essa trajetória principalmente nos últimos 7 anos?

Marcelo | As estatísticas apontam para um crescimento bastante acentuado. Desde que viemos de Blumenau para Navegantes, estamos bastante satisfeitos com o resultado, até porque a própria cidade, o bairro do Gravatá, abraçou a Ótica Bela Íris de uma maneira bem bacana. Existe um reconhecimento muito forte aqui no bairro. As pessoas já nos procuram como marca, inclusive. Isso foi conquistado à base de muita dedicação e empenho.

Quais os diferenciais de serviço que fazem da ótica referência de mercado?

Marcelo | Nossa equipe preza sempre pela qualidade no atendimento, oferecemos nossa prestatividade, carinho e compreensão perante as necessidades dos nossos clientes, por isto atendemos sempre com sorriso aberto e muita vontade em oferecer os produtos… É importante que o cliente perceba nossa dedicação. Isso é o que mais gera impacto na hora da venda, você tratar o cliente como ele merece – como a gente também gostaria de ser tradado.              

O consumidor está mais atento a questões que envolvem a qualidade dos produtos que ele está adquirindo?

Marcelo | Ele está exigente. No momento em que você percebe que existe uma instabilidade financeira pairando sobre mercado nacional, o cliente procura ser mais seleto na aquisição, portanto, entre comprar um produto na dúvida, ele prefere esperar um pouco e comprar outro com total segurança e garantia que a loja lhe oferece. Hoje, o consumidor tem um nível técnico de rigor, sabe escolher, ou procura entender melhor sobre as opções no mercado, por isto, nos aprimoramos diariamente quanto ao conhecimento sobre todos os artigos da loja, garantindo total segurança de compra ao nosso cliente.

De que forma a ótica conscientiza o cliente em adquirir óculos e lentes de qualidade?

Marcelo | Nós explicamos como funciona cada situação. Quando o cliente chega para comprar um óculos, procuramos saber mais sobre o dia a dia dele. Isso é muito importante. Uma vez que sabemos o que ele faz no seu cotidiano, projetamos o óculos que o atenda em todas as suas situações. Para isso acontecer, precisamos conhecer bem nossos clientes e desta forma garantimos uma adaptação mais rápida e confortável. Depois de pronto o óculos, informamos os cuidados de limpeza e armazenamento correto para melhor durabilidade do produto.

E como vocês procedem com a lente de contato, uma opção bastante procurada hoje em dia?

Marcelo | Esse é um diferencial bem bacana e muito forte da Ótica Bela Íris. A maioria das Óticas até vendem as lentes de contato no balcão, mas são raras aquelas que oferecem todo um conhecimento necessário sobre o uso correto das lentes. Eu sou contatólogo – formado na área a mais de dez anos – então nós interpretamos todos os casos de uma maneira individual e conseguimos explicar para o cliente de que maneira ele vai usar a lente de contato e como vai se comportar com a mesma. É um trabalho que leva em torno de 40 minutos entre explicação e venda, mas é fundamental para adaptação do cliente. Temos um estoque bem expressivo de lentes de contato para atender a demanda.

Como você avalia as transformações pelas quais o segmento óptico passou e está passando?

Marcelo | A evolução do ramo ótico foi bem ampla. As óticas estão mais modernas, menos espaçosas, mais seletas nos produtos, algumas oferecem artigos que não condizem com o segmento (tipo bolsas e perfumes), não tem mais laboratórios de fabricação de lentes e outras poucas ainda fazem montagem dentro do estabelecimento. São bem mais iluminadas e com a evolução tecnológica aumentou substancialmente o número de usuário de óculos elevando também a quantidade de óticas, porém, caiu o nível de conhecimento técnico por aí, haja visto que as lentes evoluíram bastante, variando sua tecnologia, saímos das lentes cristais e bifocais, para lentes multifocais digitais, HD, Free Form, 4K, Transitions, diferentes qualidade de Antirreflexos, que não embaciam, repelem agua e poeira, não arranham tão facilmente e por isto a Ótica BELA IRIS está muito atenta a estas nuanças afim de melhor atender e não sermos surpreendidos pelos próprios clientes.

Um cliente entra na ótica, senta e mostra a receita, a partir daí, o que mudou na forma de atendimento nos últimos anos?

Marcelo | Anteriormente nosso setor possuíam poucas opções sobre tudo, variando basicamente a cor, o que tornava o mercado monótipo e desagradável para os necessitados. Hoje falamos muito de tecnologia no balcão, pois os produtos foram evoluindo de uma maneira muito rápida. Temos armações em titânio, fibra de carbono, fibra de algodão, grilamid, Ulten, alumínio e outros, com uma forte mescla de cores. As lentes têm variações de IR-Índice de Refração, que faz as mesmas ficarem mais finas para diminuir aquele mau efeito de “fundo de garrafa”, ou de “tijolo”. Os estilos se alternam rapidamente de uma temporada para outra os tornando cíclicos e nostálgicos.

Quais os tipos mais comuns de rostos e como escolher o óculos para cada tipo de rosto?

Marcelo | Difícil falar de formatos de rostos, pois existem muitos tipos. A gente sempre procura sugerir modelos de óculos que sejam mais adequados ao formato de cada um atribuindo o conceito técnico, porém, muitas vezes, essa não é a necessidade do cliente, então, explicamos que a moda está aí para todos, e respeitamos o estilo e o desejo de todos, pois sempre o cliente deve prevalecer com a escolha.

Como é feita essa escolha de marcas?

Marcelo | Falando de óculos, procuramos sempre nos antecipar a tendência, para assim surpreender nossos clientes. Quando algum cliente nos procura pela marca ou modelo X ou Y, sempre buscamos atender a necessidade dele e, contudo melhorar ainda mais nosso relacionamento. Na questão da escolha das lentes, primeiro passa pela analise da necessidade de cada cliente, e a partir daí oferecemos o que há de melhor custo benefício no mercado. Por vezes, alguns clientes chegam procurando uma lente muito propagada na mídia, nós a oferecemos, e quando a mesma não lhe atende financeiramente sugerimos algo bacana para ele sair satisfeito. E, para isso, sempre estamos espertos nas melhores promoções do mercado.

E na questão de relógios?

Marcelo | Temos muitas opções de relógios, a variedade é muito grande. Relógios de pulso, por exemplo, trabalhamos com inúmeras marcas, porém as que se destacam são Technos, Orient, Lince, Euro, Alloha, Condor, Cassio, G-Shock e como marca importada, Fóssil e em breve Guess. Também temos modelos vintage, que voltou com tudo dentro da marca Cassio – O G-Shock é um modelo que sai bastante por conta da proximidade com o mar. Vendemos também relógios de parede (estilo carrilhão mecânico, estilo pêndulo musical), despertadores e marcadores passo e cardíacos.

Hoje, o cliente da Ótica Bela Íris procura mais pela ótica ou relojoaria?

Marcelo | A parte da ótica ainda predomina, haja visto que a procura por óculos de grau e de sol de procedência aumentou gradativamente conforme as necessidades individuais e pelo próprio desenvolvimento local, mas, nos últimos cinco anos a gente fez uma evolução bastante substancial na área da relojoaria. É natural que nos primeiros anos os clientes chegavam até a loja por causa dos óculos, isto porque Bela Iris é precedida pelo nome ótica e começamos somente atuando na comercialização deste artigo. Hoje, todos os nossos clientes, que já adquiriram óculos, sabem da existência de outros produtos e além de nos procurarem como fonte segura, eles nos recomendam a muitos e muitos conhecidos.

Qual a diferença entre o consumidor de acessórios do sexo masculino e do sexo feminino?

Marcelo | Esta tal “diferença” vem se achatando cada vez mais, isto porque os homens estão ficando mais vaidosos tal como as mulheres e, portanto ambos estão num nível de exigência bem alto, procurando peças cada vez mais modernas, mesmo as vintage que se reposicionam ano a ano por todo o mercado. A pequena diferença que se dá entre alguns homens e mulheres, é que muitos homens ainda procuram produtos bacanas com preço interessante, coisa que acontece menos entre algumas mulheres.

E atualmente o público infantil também ficou exigente, como atender esse público?

Marcelo | A linha infantil é nosso outro forte diferencial, pois trabalhamos com mais de dez marcas, ou seja, disparado a ótica com mais opções nesse setor em Navegantes. Aqui o cliente encontra Ray-Ban, Frozen, Disney, Lookids, HB, Coca Cola, Batman, Aviões, Carros, Marie, Penelope Charmosa entre outros, tanto de sol, quanto de grau. A chance de o pai, a mãe e a criança encontrem a opção mais legal é muito grande. Para atender esse público é preciso estar atento ao mundo deles, àquilo que eles assistem, vestem e pedem.

Antes o óculos era vista como um “mal necessário” e hoje ele é visto com acessório da moda. Nesse cenário de mudança de hábito de consumo quais as marcas de óculos, tanto de grau quanto escuro e lentes que ótica oferece? A ótica trabalha com marcas exclusivas?

Marcelo | Num contexto geral temos mais de 40 marcas. Mas, o que o mercado procura em abundancia, são Ray-Ban, Ana Hickmann, Colcci, Vogue, Chilli Beans, Mornaii, HB… essas, por exemplo, nós temos total exclusividade aqui em Gravatá.

Também mudou a forma de comprar o óculos escuros? O consumidor dá mais atenção para ele? De que forma?

Marcelo | Observo pouca mudança. Para o bem da verdade, os clientes sempre procuraram óculos de procedência com garantia e 100% de proteção UV. Talvez sobre tudo, a única diferença que notamos, é que alguns clientes optam por óculos de sol com uma característica diferente de antigamente, eles pedem por óculos cujas lentes sejam polarizadas, mas este volume é maior entre os homens inclusive, haja visto que esta lente proporciona o controle da passagem de luz eliminando o reflexo sobre as superfícies horizontais melhorando ao enxergar, principalmente quando olham para a agua e para o asfalto diminuindo o brilho indesejável.

Quais outros serviços a Ótica Bela Íris oferece a seus clientes?

Marcelo | Nosso compromisso com os clientes vai além de atender bem e vender um produto, sabemos resolver os problemas deles. Porque tudo o que se vende, em algum momento, pode apresentar um problema, seja por defeito ou por descuido, de qualquer forma procuramos a melhor solução para eles evitando conflitos e por fim fidelizamos nossos clientes. Além disso, também realizamos serviços de consertos em geral, como de relógios, de joias, de óculos, facilitando o cliente a continuar com o produto. Também comercializamos todas as pilhas a pronta entrega, tanto para relógios quanto para aparelhos de audição. Outro diferencial é a colocação de lentes de uma armação para outra no exato momento e a substituição imediata de lentes escuras polarizadas.