RISCOS PARA A VISÃO NO INVERNO

Nesta época do ano, a enxaqueca responde por 25% das consultas oftalmológicas segundo informação do Instituto Penido Burnier (Hospital especializado em doenças dos olhos desde 1920, localizado em campinas SP).
Isto ocorre devido a maior contração dos vasos e artérias que facilita o aumento da pressão arterial, podendo ocasionar enxaqueca com aura visual, enxergando luzes piscando, manchas brilhantes e visão borrada decorrente da insuficiência circulatória.

hipertensao

Uma pesquisa apresentou que 380 pessoas foram atendidas por oftalmologistas durante o inverno e apenas um quarto delas realmente tinham alguma dificuldade de visão, tal como miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Sinusite, alergia, gripe, resfriado e aumento da pressão arterial foram as causas mais comuns diagnosticadas da enxaqueca.

A dica para saber se é uma dificuldade visual, é observar em que momento elas ocorrem, pois normalmente no final da aula ou de expedientes as dores aparecem devido esforço visual para realizar as tarefas.

Esforco visual

Este tipo de enxaqueca eleva o risco de complicações próximo ao nervo óptico, aumentando o risco de escavações, ocasionando falhas permanentes no campo visual.

A SBC (Sociedade Brasileira de Cefaléia) estima que apenas 5% dos brasileiros com enxaqueca recorrente tem acompanhamento medico, e, portanto muitos problemas visuais oriundos dela não são descobertos.

 

Recomendação:

_ Procurar sempre um Optometrista e ou Oftalmologista para diagnóstico e possível encaminhamento ao Neurologista.

 

Ótica BELA IRIS – O brilho dos seus olhos está aqui…!!!

Em: Blog